A tosquia

Cortar o cabelo fora de portas é sempre um risco, e desde que os Beatles tiveram o mau gosto de introduzir a preferência pelos penteados em forma de touca de natação, na moda inglesa, cortar o cabelo por cá é um risco ainda maior.

Felizmente, o resultado acabou por não ser mau, e consegui, não só, preservar a minha rara beleza, mesmo após a passagem por uma instituição ovino-capilar, como não saí de lá com aquele ar de quem acabou de deixar uma instituição mental, que costuma caracterizar os cavalheiros acabados de sair do barbeiro.

A minha estonteante beleza ao serviço deste blog

A minha estonteante beleza ao serviço deste blog

Aqui fica a vista para o local de tosquia.

Homens, senhoras e ovelhas, tudo o que tiver lã, marcha

Homens, senhoras e ovelhas, tudo o que tiver lã, marcha

Categories: London | Leave a comment

Primeiro aniversário à emigrante

Hoje foi o meu aniversário, o primeiro desde que tenho estatuto para começar a ouvir o Roberto Leal , Dino Meira e Graciano Saga.

Como não me apetecia ouvir nenhum destes optámos antes por ir a um restaurante Suiço, experimentar o espectacular fondue de queijo.

Restaurante Suiço

Restaurante Suiço

Depois fomos ver um espectáculo de stand up ao  The Comedy Store.

O bilhete para o The Comedy Store

O bilhete para o The Comedy Store

É assim, a vida em Londres…

Categories: London | Leave a comment

Bilhete de época para o mundo do cinema

Tirámos há cerca de duas semanas os nossos cartões Cineworld que nos permitem, por £17.99 por mês, ir ver todos os filmes que passarem por qualquer sala de cinema Cineworld. Optámos pelos mais caros para incluir os cinemas em West End, que são basicamente aqueles onde nós vamos sempre, e onde os filmes são £12 por sessão.

Assim, se virmos 2 filmes por mês, já fica mais barato do que comprar bilhetes para cada filme.

Cineworld Card

Cineworld Card

Categories: London | 3 Comments

Segundo barbecue Ibuildings deste verão

Por aqui aproveita-se o verão, quando chega á hora de almoço, o pessoal sai do trabalho e vai para os parques almoçar e apanhar sol.

Pessoal a almoçar em Soho Square

Pessoal a almoçar em Soho Square

Soho square à hora de almoço

Soho square à hora de almoço

Assim sendo, depois de o mês passado termos tido um barbecue da empresa com o tema “Opeation Flip-flops and Bum-Bags”, traduzido para algo tipo “Operação chinelos e bolsinha de usar á cintura”, este mês tivemos outro, desta vez com o tema “Carnival” ou em Portugês, “Feiras Ambulante”, com direito a bilhetes para o Cirque du Soleil para o melhor fato. Na onda do tema houve quem montasse as típicas barraquinha das feiras, como por exemplo as dos tiros…

007 Licença para disparar

007 Licença para disparar

Mata Hari

Mata Hari

…do algodão doce…

Algodão Doce

Algodão Doce

…das pinturas faciais…

Pinturas faciais

Pinturas faciais

…poço da morte…

Poço da morte

Poço da morte

…show de marionetas, etc…

As marionetas

As marionetas

Como convém a um barbecue, tinha que haver o… barbecue, que este mês esteve a cargo do Italiano, Marco Massari Calderone, aqui com um elegante avental da Ibuildings.

Marco a cargo do BBQ

Marco a cargo do BBQ

As restantes fotos podem ser vistas aqui.

 

Categories: London | Leave a comment

Wembley, aqui vamos nós…

Depois do nosso baptismo Londrino, descendo Victoria Embankment e atravessando o Thames para Waterloo com vista para o Big Ben e London Eye, chegou altura de procurar um local para morar.

Vista de Victoria Enbankment

Vista de Victoria Enbankment

Vista de uma das pontes sobre o Thames

Vista de uma das pontes sobre o Thames

Earl’s Court é um sítio agradável, mas para compensar, a conta das noites do Hotel, não são. Por esse motivo, e enquanto não se encontra uma casa para ficar, um Flatshare  terá que servir.

Encontrámos um perto de Wembley Park, e lá nos mudámos.

Estádio de Wembley

Estádio de Wembley

O quintal parecia um jardim zoológico, com pássaros que nunca tinha visto antes, e esquilos a passear.

 

Pássaro voador não identificado

Pássaro voador não identificado

Um esquilo no quintal

Um esquilo no quintal

A zona de Wembley Park também era bastante agradável e ficámos lá cerca de 3 semanas.

Marco a embelezar a paisagem!!!

Marco a embelezar a paisagem!!!

Daniela a posar para a foto.

A modelo a posar para a foto.

Categories: London | 2 Comments

A Chegada

Linda-á-velha, foi só pegar nas malas e rumar ao Aeroporto. Bye, bye Portugal…

Pouco depois das duas da tarde aterrámos em Gatwick e vimos pela primeira vez a nossa nova terra. Ao chegar ao aeroporto fomos à procura do Gatwick Express que nos levou até Victoria.

Gatwick

Fomos a um balcão e perguntámos a uma senhora, onde poderíamos encontrar o tal comboio. A senhora, levantou o dedo, e apontou para uma enorme placa com uma imagem de um comboio ao lado da palavra Trains.

Gatwick Express

Apanhámos o comboio e fomos até Victoria. Ao chegarmos, com as nossas malas de mais de 20Kg cada, dirigimo-nos a uma bilheteira onde comprámos os nossos Oyster Cards, e lá fomos nós em direcção ao metro. Ao chegarmos á escadaria de acesso ao metro, deparámos com um funcionário, a quem perguntámos pelo elevador para a plataforma, ao que ele nos respondeu que o elevador não estava a funcionar. E pronto, foi assim que começámos a nossa vida em Londres, apanhando um TAXI para Earl’s Court.

Earl's Court

Deviam ser umas 5 da tarde quando chegámos a Earl’s Court, depois de uma viagem de 10 ou 15 minutos de TAXI, sempre assustados com os carros que pareciam vir na contramão e sem condutor nem no volante… do lado esquerdo pelo menos. Entrámos no Hotel, fizemos o check in e fomos informados que o nosso quarto era no segundo andar. Perguntámos onde era o elevador,  disseram-nos que não há elevador no Hotel. Dois andares, e duas malas de mais de 20Kg depois, estávamos instalados num pequeno, mas asseado quarto de Hotel. Demos uma volta por Earl’s Court, sempre seguindo as instruções antes de pôr o pé no asfalto para  atravessar a estrada.

Look Right

Por esta altura, conseguimos finalmente falar com o nosso amigo Marcello Duarte, que se dispôs a ir ter conosco à estação de Earl’s Court. Depois de umas voltas pela estação, concluímos que estávamos em entradas diferentes, e ao fim de algum esforço, lá nos encontrámos. Cheio de confiança o Marcello levou-nos para uma carruagem do metro, para sair na estação seguinte porque se tinha enganado na direcção. Mudámos então de plataforma e lá fomos nós via District Line para Westminster.

Marcello

Enquanto saíamos  da estação de Westminster foi crescendo à nossa frente o Big Ben, seguido da House of Parliament. De seguida, descemos Victoria Embankment, do outro lado do rio via-se  o London Eye e o Aquarium.

Clock Tower, Big Ben

London Eye and Aquarium

London Eye and Aquarium e um grande artista

Finalmente, atravessámos o Thames e fomos jantar à beira rio, num restaurante italiano no Millenium Pier em Waterloo.

Millenium Pier

Millenium Pier com o Big Ben e House of Parliament ao fundo

Após o jantar, voltámos a atravesar a ponte, de volta a Embankment, onde o Marcello apanhou a Northern line de volta  a casa, enquanto nós pela primeira vez por conta própria apanhámos a District Line de volta a Earl’s Court.

Earl's Court

Categories: London | 2 Comments